I Love Machico

sábado, 3 de novembro de 2018

Machico - Vistas do passado MQE






Machico: vistas do passado PT - Machico (Concelho de). O concelho de Machico, situado no extremo oriental da Ilha da Madeira da tem uma população de aproximadamente 21 750 habitantes distribuídos por cinco freguesias numa área de cerca de 68Km2: Machico, Caniçal, Porto da Cruz, Santo António da Serra e Água de Pena. A sua toponímia poderá estar relacionada com a Lenda de Machim, segundo a qual, antes da Madeira ter sido descoberta pelos portugueses, «foi Machim o descobridor da ilha». Foi aqui erguida a primeira capela da ilha da Madeira. Em Julho de 1419 João Gonçalves Zarco e Tristão “das ilhas” desembarcaram na formosa praia de Machico. Aqui, foi celebrado a primeira missa na Madeira, por padres franciscanos, no dia da visitação de Santa Isabel (2 de Julho). A 8 de Maio de 1440 o infante D. Henrique doa a Tristão Vaz e seus descendentes a Capitania de Machico (que se estendia desde a Ponta da Oliveira, no Caniço, até à Ponta de S. Lourenço e desta até à Ponta do Tristão, no Porto Moniz). Machico torna-se, assim, a primeira sede de capitania do arquipélago da Madeira. Ainda no século XV, aproveitando a abundante água e o excelente clima, por toda a capitania desenvolve-se a produção de cana-de-açúcar. Aparecem os primeiros engenhos que transformam esta cana em “pãos de açúcar” que são exportados para toda a Europa. Embora a capitania não reunisse as melhores terras para o cultivo da cana-de-açúcar foi na antiga vila, segundo o cónego da Sé Jerónimo Dias Leite, que se ensaiou o fabrico de açúcar. Machico cresce economicamente graças ao lucrativo comércio. Algumas famílias machiquenses tornam-se socialmente poderosas, entre as quais, a família dos Capitães-Donatários. E é esta importante família que vai erigir a Igreja Matriz de Machico, em finais do século XV, tendo como orago a Nossa Senhora da Conceição. O povoado de Machico, tornado vila por certo de criação simultânea com a do Funchal (segunda metade do século XV), cresceu junto à ribeira protegido pela encosta, ao longo do vale. A vila compreendia em meados do século XVI, dois pólos centrais. O concelho de Machico correspondia em área e extensão à antiga capitania. Sofreu ele um profundo cerceamento com a criação da vila e município de Santa Cruz no ano de 1515 e não menor mutilação sofreu ainda com o estabelecimento do município e vila de São Vicente no ano de 1744. Com a implantação do governo constitucional e a sua recente organização administrativa, de novo o município de Machico ficou reduzido a mais acanhadas dimensões, quando em 1835 se criou o concelho de Santana. Apesar dos protestos do Senado de Machico, manteve-se a criação do novo concelho, que ficou constituído com as freguesias que actualmente o compõem e ainda com a paróquia do Porto da Cruz. Pelo decreto de 19 de Outubro de 1852, foi esta freguesia desanexada do concelho de Santana e incorporada no de Machico. Em virtude do mesmo decreto, foram anexados ao concelho de Santa Cruz alguns sítios das freguesias de Machico e Santo da Serra, o que provocou enérgicos protestos por parte da Câmara Municipal de Machico e de várias entidades oficiais e particulares em destaque neste concelho. Depois de vários incidentes e peripécias, que pareciam intermináveis, fez o secretario geral do distrito, António Lopes Barbosa de Albuquerque, servindo de governador civil, reunir na Casa dos Romeiros do Santo da Serra, no dia 11 de Setembro de 1862, representantes das câmaras municipais de Machico e Santa Cruz, administradores do concelho, diversos funcionários públicos e outras pessoas de representação, e ali se assentou definitivamente numa nova divisão concelhia e paroquial, que ficou sendo a actual, tendo deste modo terminado as reclamações e protestos que duma e doutra parte se levantaram. Os municípios ou vilas de Machico e Santa Cruz tiveram um foral comum, (…) com a data de 15 de Dezembro de 1515 (Elucidário Madeirense). Machico foi elevado à categoria de cidade a 2 de Agosto de 1996. O concelho é limitado a sudoeste pelo concelho de Santa Cruz, a oeste pelo Funchal através de uma pequena faixa a norte de Santa Cruz, a noroeste por Santana e é banhado pelo oceano Atlântico a norte, sul e leste. Machico: views from the past. EN - Machico (Municipality) . The municipality of Machico , located at the eastern end of Madeira has a population of approximately 21 750 inhabitants spread over five parishes in an area of about 68Km2 Machico , Caniçal , Porto da Cruz , Santo António da Serra and Água de Pena . Its name may be related to the Legend of Machin , according to which , before Madeira was discovered by the Portuguese, " Machin ported the island due to a big storm '. In July 1419 João Gonçalves Zarco and Tristão Vaz Teixeira landed on the beautiful beach of Machico . Here, the first Mass was celebrated in Madeira by Franciscan priests in the day of the visitation of Santa Isabel (2nd July) and here the first chapel on the island of Madeira was erected. On May 8th, 1440 Prince Henry donates the Captaincy of Machico ( stretching from Ponta da Oliveira , Caniço , to Ponta de S. Lourenço and this to Ponta do Tristão no Porto Moniz ) to Tristão Vaz Teixeira and his descendants . Machico thus becomes the first seat of captaincy of Madeira. In the fifteenth century, taking advantage of the great weather and plenty of water, throughout the captaincy the production of cane sugar is developed. This is when the first mills that turn this cane into" sugar loaves” appear , sugar loves that are then exported throughout Europe. Although the captaincy did not gather the best land for the cultivation of cane sugar it was in the old village, according to Jerónimo Dias Leite , who essayed the manufacture of sugar . Machico grew economically thanks to this lucrative trade. Some families from Machico become socially powerful, including the family of the Captains. And it is this important family who will have the Church of Machico erected, in the late fifteenth century, being its patron saint Our Lady of the Conception. The village of Machico , made village simultaneously with Funchal ( second half of the fifteenth century ) , grew near the river protected by the hillside along the valley . The village comprised in the mid- sixteenth century, two central poles. The municipality of Machico corresponded in size and scope to the former captaincy. It suffered a deep retrenchment with the creation of the village and the municipality of Santa Cruz in the year 1515, and a not less mutilation still with the establishment of the municipality and town of São Vicente in the year 1744. Through the implementation of constitutional government and its recent administrative organization, again the municipality of Machico was reduced to more cramped dimensions, when in 1835 the municipality of Santana was created. Despite protests the Machico Senate, the creation of the new county remained, which was formed with the parishes that currently compose it and with the parish of Porto da Cruz. By decree of 19th October 1852, this parish was detached from the municipality of Santana and incorporated in Machico . By the same decree, some places of the parishes of Machico and Santo da Serra were annexed to the municipality of Santa Cruz, which sparked strong protests by the Municipality of Machico and various official entities and individuals in this county. After several incidents and adventures , which seemed endless , the general secretary of the district , António Barbosa Lopes de Albuquerque , serving as civil governor , gather the House of Pilgrims of Santo da Serra , representatives of chambers of the cities of Machico and Santa Cruz, county administrators , many public officials and other persons of representation , on September 11th, 1862 , and there they settled a new district council and parish division , which remains currently , and thus ended the complaints and protests. The towns and villages of Machico and Santa Cruz had a common charter, ( ... ) with the date of December 15th , 1515. Machico was elevated to city status on 2nd August 1996. The county is bounded to the southwest by the municipality of Santa Cruz , the west Funchal

Fonte:https://www.facebook.com/pg/MadeiraQuaseEsquecida/photos/?tab=album&album_id=434066486629729

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Levada Nova do Caniçal

Foto enviada por Flávio Olim

Construção da Levada Nova no Caniçal.
Data desconhecida

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

sábado, 23 de junho de 2018

IIª Corrida "Neon Color Run







Realizou-se a 22-6-2018 a  segunda corrida neon color em #Machico!

Foi um evento de sucesso :)

Para mais fotos clica aqui CMMachico